Istria, Salina e Cotswolds, viagens fora do roteiro básico – minha coluna na Glamour de agosto

Na minha coluna Além da Beauté de Agosto na Glamour, falei sobre destinos de viagem que saem um pouco do lugar comum – eu adoro descobrir lugares diferentes e que não estão no roteiro básico, e aqui estão três que super recomendo: Istria na Croácia, Salina, na Sicília, e Cotswolds, no interior da Inglaterra.

Istria
Se quiser fugir do roteiro mais conhecido na Croácia (Hvar, Dubrovnik etc), siga para a parte Norte da ilha, que é cheia de história e lugares a serem descobertos
. Groznjan: é a parte “montanha” da Istria, repleta de trilhas e visual serrano, além de uma pequena cidade que vira centro artístico uma vez por ano com exposições e feiras de antiguidades.
. Rovijn: a parte mais perto do mar, é uma espécie de Veneza da Croácia – curiosidade: a semelhança não é mera coincidência, já que a Istria já fez parte da Itália historicamente. Vale fazer passeio de barco e ficar no charmoso hotel Adriatic, além de explorar a rica história local.
. Novigrad: outro pedaço perto do mar,
. Culinária: entre as pérolas da culinária da região – pense em Croácia com forte influência italiana – está o restaurante Badi, com excelentes frutos do mar, e o bar Amore, em Rovijn, com ótimos drinks e quase no mar!

Salina
Uma das sete ilhas eólicas da Sicília, vizinha das mais conhecidas Panarea e Stromboli, é um verdadeiro tesouro a ser descoberto
. Capofaro: hotel que pertence aos donos da vinícola siciliana Tasca d’Almerita, tem visual impressionante (vinhedos + mar), vinhos incríveis, restaurante ótimo e uma piscina daquelas para passar o dia largada.
. Santa Maria Salina: entre os três “centrinhos” da ilha, esse foi o que mais amei. Ruazinhas simpáticas, muitos pontos cenográficos e lojas repletas de achados imperdíveis para a mala do verão.
. Pollara: além de sair de barco para um giro pela ilha de Salina (há um ponto estratégico de onde se vê as sete ilhas eólias), outro must é ver o pôr do sol em Pollara, que fica no alto da montanha – é de tirar o fôlego.
(Tem vlog dessa viagem aqui)

Cotswolds
No interior da Inglaterra, é tipo aquela cidadezinha de filme onde tudo é fofo – mas não necessariamente pacato! Entre um hotel descolado, um pub com ótima gastronomia e uma fazenda de orgânicos, não falta programa para fazer.
. Daylesford: é a fazenda de orgânicos de Lady Bamford, pioneira no movimento orgânico na Inglaterra. Apesar de ter cafés/mercados em Londres, o legal é visitar a fazenda (chiquérrima) que conta com hotel, restaurante, spa…
. Wild Rabbit: um pub daqueles que você chega e nunca mais quer ir embora – ainda bem que no andar de cima há quartos (superbem decorados, diga-se de passagem) e um restaurante no fundo que é uma delicia.
. Soho Farmhouse: a versão countryside do Soho House, concorrido members club inglês, mas com hotel aberto ao público – ao mesmo tempo relax e decolado, com vários restaurantes e quartos com direito a bike para pedalar pela propriedade.